Imagem extarída do Google.
               Depois de décadas de disputa, os índios Pataxó Hã-Hã-Hãe obtiveram ontem o reconhecimento do direito às terras na reserva Caramuru-Catarina Paraguassu, no sul da Bahia. Por sete votos a um, o Supremo Tribunal Federal (STF) concluiu que são nulos todos os títulos de propriedades concedidos a fazendeiros e agricultores sobre glebas localizadas dentro da reserva, de 54 mil hectares. Foram anulados 186 títulos de propriedades emitidos pelo governo da Bahia. Os fazendeiros terão de deixar o local, mas a forma como será a retirada ficará a cargo da União, que definirá também se eles serão indenizados por benfeitorias. A ação foi ajuizada no STF pela Funai em 1982. A área foi demarcada em 1938, mas não chegou a ser homologada pelo governo federal. Para os ministros, no entanto, o fato não impede que o território seja considerado indígena – OESP, 3/5, Nacional, p.A9; FSP, 3/5, Poder, p.A12; O Globo, 3/5, O País, p.11.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s