Guarani Kaiowá: deputados apelam a Dilma e à ONU 
Deputados da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) enviaram ontem uma carta à presidente Dilma Rousseff em que pediram atenção especial à situação vivida pelos Guarani Kaiowá. A CDHM mandará ainda um documento à ONU e à OEA para alertá-las sobre as condições de tensão e risco que os indígenas enfrentam no Brasil, em especial os de Mato Grosso do Sul. Ontem em Brasília, mais de 400 pessoas, entre estudantes e representantes de movimentos sociais, marcharam na Esplanada dos Ministérios em defesa do povo Guarani Kaiowá. Outra marcha a favor dos indígenas está marcada para 9 de novembro –CB, 1/11, Brasil, p.10. 

Morosidade do Estado 
“Com a exploração do solo, principalmente pela criação do gado, as fazendas começaram a tomar espaço das reservas. Sassoró, por exemplo, que tinha 3,6 mil hectares, hoje tem 1,7 mil hectares. O resultado é muito índio vivendo em áreas pequenas. Bororó, em Dourados, tinha 500 pessoas em 1940, em 1980 já eram 1,5 mil. Vários problemas levaram o índio a reivindicar a terra tradicional dele. Só que o fazendeiro também não quer sair, porque ele comprou a terra. Muitos fazendeiros compraram sem saber que havia índios ali. Outros sabiam. Mas, eles pensavam: ‘ah, tem índio, mas índio a gente manda embora, mata, resolve’. Com a Constituição de 1988, nossos direitos começaram a ser respeitados. O governo precisa apressar as demarcações, precisa ser mais ágil para solucionar esses conflitos, que trazem muito sofrimento e violência”, diz em entrevista Tonico Benites, ou Ava Verá Arandú – CB, 1/11, Brasil, p.10.

Fonte: ISA

2 comentários sobre “Em defesa dos Guarani kaiowá – I

  1. Uma palavrinha apoesinhada para minha amada irmã (GG):A zanga é humana.O contratempo é vizinho.A dor é uma intrometida.Os sais precisam de retroalimentação.Os dias passam.As pessoas vivem – outras sobrevivem… Você faz falta!A falta incomoda!Quanda ela abundaa vertígem é profundae eu nem queria rimare não sei rimareu sem você!A presença de Ñanderu nos fortalece que Ele nos acolha nessas horas!!!Beijos!Ademario Ribeiro (AR)

    Curtir

  2. Ademario – tuas boas palavras me chegam neste dia de finados. Precisamos juntar nossas vozes e nossas mãos para que a esperança volte a reinar entre os parentes guarani. Que Ñanderu nos acolha sempre. Grauninha

    Curtir

Deixe uma resposta para Art'palavra Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s