2 comentários sobre “Contrapontos da literatura indígena: lançamento

  1. Ah, essa Graça Graúna – entre outras – todas em uma só deve ser lida, acolhida, amada, afinal, sua escrita tem uma lógica que interpreta a visão que com urgência precisa vir para (des)construir o que a escrita e lógica etnocêntricas impuseram sobre como queriam que fossem vistos os povos indígenas!Sua leitura é uma urgência!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s