Imagem extraída do Google
Meu poema de Natal
foi levado pelo vento
para fazer companhia
às almas no esquecimento
Pra longe foi meu poema
lavrado pelo sereno 
da noite para espantar
as barricadas da fome
nos quatro cantos do vento
 
Graça Graúna
Nordeste do Brasil, 28.dez.2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s